Informação

Cães sedentários – Cachorro gordinho é sinal de saúde?


Ter um pet acima do peso não é sinônimo de fofura no sentido meigo da palavra, mas sim de problemas que ele pode ter ou dos quais já possa sofrer. Por isso, cães sedentários devem ser tratados o mais rapidamente possível, com o auxílio de um veterinário, para que os danos não sejam tão grandes.

Muitas vezes os cães sedentários são reflexos dos seus donos, que deixam o pote de ração à disposição o dia todo e não designam parte do seu dia para levar o pet para passear, seja no parque ou até mesmo dar algumas voltinhas no quarteirão. E é por este motivo que os cachorros de grande porte são os mais propensos a isso, pois com tanta energia resguardada, o que resta a estes peludos é somente ganhar quilos extras e não gastá-los, já que as atividades corriqueiras dentro de casa não superam esta necessidade.

Cachorros sedentários: a obesidade e suas consequências

Assim como está acontecendo com as pessoas, os animais também vem ganhando sobrepeso nos dias de hoje. E é importante ressaltar que isto significa ter muita gordura no corpo e não somente massa muscular.

Leia Mais: Endocrinologista Veterinário - Entenda o trabalho desse profissional

Esta situação aumenta os problemas cardiovasculares e respiratórios, além dos cães obesos ficarem com dificuldade para andar e até mesmo terem de tolerar dores nas articulações, sujeitos a diabetes e menos resistentes, portanto, mais predispostos a doenças, principalmente as infecciosas.

Transformando os cães sedentários em aliados na boa qualidade de vida

Se o seu pet está gordinho e você está precisando fazer atividade física, que tal unir os dois e, assim, a saúde de ambos ficarem em dia? A caminhada é uma alternativa excelente para o cachorro e o seu dono, que nesta “malhação” passam mais tempo juntos, se divertem e ainda espantam o estresse.

Vale lembrar que mesmo os cães sedentários devem estar com coleiras adequadas e, caso não sejam sociáveis, focinheira. Se o peludo for novo ou até de meia-idade, caminhem cinco vezes por semana durante 30 minutos. Já se ele for idoso, a intensidade cai para três vezes semanais. A cada semana aumente de 5 a 10 minutos, até chegar a uma hora, onde o cachorro mais velhinho também pode chegar a este tempo (em um espaço de preparo maior), desde que a pessoa sinta que ele esteja resistente para isso.

Leve água para o seu amigão junto a você nesta maratona diária contra o sedentarismo e sempre consulte um especialista para indicar quando é a hora de aumentar ainda mais a ginástica do cachorro e indicar outras modalidades que possam ajudá-lo, como a natação, por exemplo.


Video: Apito Ultrassônico de Cachorro - Som de 4 Frequências (Outubro 2021).

Video, Sitemap-Video, Sitemap-Videos