Em formação

Socorro, o gato morde os cabos! Por que ele está fazendo isso e como posso impedi-lo?



Pode haver muitas razões para esse comportamento perigoso e destrutivo. O mais importante é reconhecê-los. Só então podemos combatê-los com eficácia.

  • Morando com um gato

Seu gato morde os cabos? Esse comportamento pode ter várias causas diferentes, desde saúde e genética até instintos. É muito importante evitar que o ronronar morda os fios para a segurança de todos os membros da família! Dê uma olhada no seu gato e diagnostique a causa, será mais fácil encontrar uma solução para o problema.

1. Instinto / Curiosidade

Uma razão comum pela qual um gato morde cabos é por pura curiosidade. É difícil contra-atacar, porque sabemos muito bem que o gato não vai acreditar até que verifique. Se o ronronar descobrir uma ou duas vezes que a "coisa negra" não é uma cobra, cauda de rato ou outra vítima em potencial, ele deve desistir de tentar aniquilá-la. Os gatinhos jovens, em particular, podem querer seguir seus instintos de caça dessa maneira. No entanto, eles devem superar isso rapidamente.

2. Síndrome de Pica

Quando um gato se recusa a parar de morder os fios, devemos pensar mais na causa de sua teimosia. Talvez seu gato esteja sofrendo de síndrome da bebida. O que é aquilo? É um distúrbio alimentar bastante comum em gatos domésticos. O ronronar afetado mostra apetite por coisas que não deveriam ser seu alimento. Podem ser, por exemplo, fios, faixas de cabelo, madeira, papel, bem como cabos elétricos. Não há necessidade de explicar o que essa dieta pode resultar para um gato.

As causas da síndrome podem incluir genes, tédio, falta de diversão, estresse, saudade, mas também deficiências nutricionais, falta de vitaminas e minerais no corpo e doenças como leucemia ou anemia. Você deve primeiro descartar possíveis causas de saúde e deficiências nutricionais e, em seguida, focar nas possíveis necessidades emocionais não atendidas de seu gato.

3. Transtorno obsessivo-compulsivo

Gatos com transtorno obsessivo-compulsivo desenvolvem uma forte necessidade de mastigar, sugar e, às vezes, comer itens não comestíveis. Além disso, pode haver excesso de escovação, bem como perseguir e morder o próprio rabo. Esse comportamento não é totalmente compreendido por nós e pode ter muitas causas potenciais, incluindo estresse, falta de espaço, falta de estímulos e estimulação e solidão.

Este fenômeno pode se desenvolver em qualquer gato. No entanto, por alguma razão, essa tendência é mais freqüentemente mostrada por ronronar de origem oriental (gatos siameses, birmaneses, de pêlo curto oriental).

4. Dentes doentes

O espelho da saúde de um gato são seus dentes. Problemas nos dentes também podem afetar os cabos. Os gatos que sentem dor na boca mordem uma variedade de objetos ao tentar acalmá-los. Os cabos estão entre as vítimas.

Tudo que vale a pena saber sobre gatos

Até 70% dos gatos começam a ter doenças periodontais antes dos três anos de idade. A causa mais comum é alimentação inadequada, mas também genes. A cárie do gato e o tártaro não são apenas um defeito cosmético, mas também causam problemas de saúde mais sérios. Portanto, é importante abordar esse problema. Quão? A prevenção é o mais importante. Verifique regularmente o estado dos brotos do seu gato no veterinário, peça uma pasta de dentes especial que remova os sedimentos e aprenda ... a escovar os dentes do seu gato. Se você negligenciar isso, é possível que o sorriso do gato tenha que ser reparado com métodos veterinários, na maioria das vezes sob anestesia, o que não é agradável para o gato.

Quando o gato muda seus dentes

Se o gatinho for jovem, ele pode simplesmente recolocar os dentes e morder o que sobrar para aliviar a coceira. Se for esse o caso, pode ajudar dar-lhe um pequeno mordedor para o bebê com um pouco de algo saboroso, como iogurte.

5. Estresse e tédio

O estresse pode desencadear uma ampla gama de comportamentos estranhos. Mastigar objetos estranhos, incluindo cabos, é para diminuir a insegurança. Cuidar da fiação elétrica faz com que o gato se sinta emocionalmente melhor. Nesse caso, apenas eliminar ou pelo menos reduzir as causas da ansiedade do gato pode acabar com o comportamento indesejável do animal. Vale a pena curtir o gato doméstico com diversas atividades, e a diversão do dia a dia é obrigatória. Um gato que tem algo para fazer e sente que seu tratador está interessado nisso não deve recorrer a esse tipo de atividade destrutiva.

6. Velhice

Um aumento na intensidade de morder cabos é freqüentemente observado em gatos entrando no outono de suas vidas. Se o seu gato já for mais velho, ele pode ter uma combinação de problemas que causam esse comportamento.

Quase todos os gatos desenvolvem artrite em certa idade, resultando em uma redução drástica nos níveis de atividade. Quando um gato é incapaz de se mover, satisfazer sua curiosidade ou interagir com o mundo, ele fica entediado. E o tédio e o estresse que isso acarreta podem fazer com que seu gato busque outro entretenimento. Mais mundano. Os cabos parecem uma excelente opção.

Na velhice, também pode haver problemas metabólicos, como uma glândula tireoide hiperativa, que aumenta os níveis de atividade, ou anemia, que aumenta o desejo de roer vários objetos. O exame de sangue pode revelar um problema tratável, portanto, não pule o consultório do veterinário quando tiver um felino sênior em casa.

Quando o gato morde os cabos

  • vá ao veterinário para eliminar a causa da picada para a saúde,
  • dar mais tempo ao gato, brincar com ele, organizar várias atividades para ele,
  • borrife os cabos com um aroma de maçã, limão ou menta,
  • coloque uma tigela de vinagre perto dos cabos,
  • prenda os cabos com tampas especiais,
  • nunca castigue o gato e grite com ele - isso só vai agravar o problema!

Quando o gato morde os cabos - resumo

Como você pode ver, pode haver muitos motivos pelos quais um gato morde os cabos. Só então poderemos combatê-los com sucesso. Sempre comece com uma visita ao veterinário, pois os problemas de saúde devem ser tratados primeiro. Na próxima etapa, sugerimos que você dedique mais tempo e atenção ao seu animal de estimação. Principalmente aquele que é um gato único e não sai de casa. As novas classes devem distrair o ronronar de um comportamento destrutivo e evitar que nossos cabos mastiguem.

Você também pode borrifar os cabos com um perfume de maçã, menta ou limão. Algumas gotas de vinagre em volta dos fios também devem assustar o ronronar, pois certamente irá preferir evitar locais cheios desse aroma à distância. No entanto, é melhor ocultar cuidadosamente todos os tipos de cabos. Existem vários tipos de protetores / tampas de cabos disponíveis no mercado, o que pode ser uma ótima solução.

Lembre-se de que você nunca deve punir ou gritar com um gato. Isso só agravará o problema, porque se o estresse for a causa do mau comportamento, gritar não o reduzirá. Somente redirecionar a atenção e o condicionamento positivo para outras atividades pode trazer os resultados desejados.


Vídeo: como fazer meu gato me obedecer? DICAS PRÁTICAS PARA TORNAR SEU GATO OBEDIENTE! (Junho 2021).