Curto

Espondilose em gatos: o que é?


Se os gatos se tornarem mais passivos e incontinentes e não se importarem mais com isso, isso pode indicar espondilose, um enrijecimento incurável da coluna. Você pode descobrir do que se trata, quais sintomas a doença tem e como é tratada aqui. A espondilose também pode afetar gatos jovens - Imagem: Shutterstock / MR.WICHAI THONGTAPE

Os distúrbios músculo-esqueléticos não são apenas dolorosos para os gatos, mas podem ter um sério impacto na saúde dos animais. É o caso, por exemplo, da espondilose, o enrijecimento da coluna vertebral.

Como a espondilose se desenvolve em gatos?

A espondilose é uma alteração degenerativa da coluna vertebral. Isso cria excessos ósseos sobre os discos intervertebrais. Eles conectam as vértebras individuais como pequenas pontes, fazendo com que a coluna do gato perca a elasticidade.

Quais são os sintomas da espondilose?

Quanto mais vértebras são afetadas pela espondilose, mais rígido o gato. Os movimentos são extremamente difíceis para os animais que sofrem desta doença. As ossificações vertebrais pressionam as regiões nervosas. Levantar, deitar, pular e subir escadas dificilmente é possível sem dor.

Por esse motivo, os gatos afetados geralmente mostram atividade reduzida - até mesmo a queda e a micção são repentinamente dolorosas para os animais. A incontinência é outro sintoma da espondilose, assim como a falta de higiene. Os amigos de quatro patas acham difícil as luxações necessárias nas costas.

O comportamento social do gato também é afetado pela espondilose. A dor constante estressa o animal. Toques e contatos sociais são desconfortáveis. O resultado: o gato se retira.

Síndrome de pele rolando em gatos: sintomas

Você costuma ouvir sobre a síndrome da pele enrolada em gatos, mas o que é e quais sintomas ...

Quais gatos são afetados pela espondilose?

A espondilose é geralmente um sinal de envelhecimento. Mas doenças articulares também podem ocorrer em gatos jovens - por exemplo, como resultado de uma queda ou um acidente. Além da idade, o excesso de peso é outro fator de risco, pois afeta a coluna por um longo período de tempo.

Como a espondilose é tratada em gatos?

A espondilose é incurável. É ainda mais importante melhorar a qualidade de vida do gato e compensar as limitações associadas à doença, como a perda de mobilidade.

A espondilose é geralmente tratada com analgésicos. No caso de gatos com excesso de peso, também existe uma dieta para manter a tensão nas costas o mais baixa possível. Fisioterapia e acupuntura também podem ajudar. Eles promovem a mobilidade do amigo de quatro patas.

De qualquer forma, se você notar os primeiros sintomas de espondilose no seu animal, não hesite em procurar um veterinário. Ele será capaz de ajudar o seu gato.

Como você pode prevenir a espondilose em gatos?

Diz-se que suplementos alimentares que contêm extratos de mexilhão são úteis contra a espondilose em gatos. Você pode adicioná-los facilmente ao feed. Além disso, tratamentos de calor e luz vermelha e massagens também ajudam a relaxar os músculos das costas dos gatos e a prevenir a espondilose.

A melhor medida preventiva, no entanto, são os raios X. Muitas vezes, porém, o veterinário apenas diagnostica espondilose durante exames que não visam diretamente a rigidez espinhal. No entanto, se a espondilose for diagnosticada em um estágio inicial, o curso da doença pode ser mais lento usando as medidas descritas acima.